• Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

TV Senado

tv_senado2

 

 

Localidade: Brasília – Distrito Federal

Site: http://www.senado.gov.br/noticias/tv/

Canal: A TV Senado pode ser sintonizada de diversas formas, com sinal aberto, por assinatura, digital, internet ou parabólica.

Cobertura/alcance

A TV Senado atinge todo o território brasileiro com cobertura de operadoras de TV a cabo, satélites, antenas parabólicas analógicas e digitais, além do sinal aberto de UHF.

Missão/valores institucionais

A emissora foi criada com o intuito de fazer a divulgação institucional do Senado Federal, além de veicular programação educativa e cultural. Busca ser canal de comunicação direta com a sociedade, disponibilizando para os telespectadores informações sobre o Legislativo, como notícias, atividades parlamentares, funcionamento e atribuições.

Enquanto parte da Secretaria Especial de Comunicação Social (SECS), compartilha da missão de “Contribuir para o exercício pleno da cidadania por meio de uma comunicação inovadora, interativa, democrática e transparente do Senado e do Congresso Nacional com a sociedade”.

Histórico da emissora

Foi criada em 5 de fevereiro de 1996 pelo então Presidente do Senado, o senador José Sarney. Com base na Lei 8.977/95, determinou a destinação de canal para o Senado entre os canais básicos de utilização gratuita das operadores de TV a cabo. Inicialmente, somente Brasília recebia programação da TV Senado com apenas 15 horas de transmissão. Três meses após a inauguração, com a tecnologia do satélite digital, o sinal da emissora passou a ser transmitido para todo o Brasil.

Além de estar disponível via canais a cabo, o sinal da TV Senado é transmitido por satélites, antenas parabólicas dos tipos analógico e digital, e em canais abertos UHF. Em 2001, foi criada a página da TV na internet com filmagens das sessões plenárias e reuniões de comissões disponibilizadas na íntegra. Desde de abril de 2010, também há transmissões digitais em São Paulo, pelo canal 61, em parceria com TV Câmara e TV Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo). As três emissoras possuem, 24 horas por dia, programação simultânea no canal.

Natureza jurídica da emissora

A TV Senado não possui natureza jurídica própria. É uma emissora do poder legislativo.

Estrutura organizacional

A TV Senado é coordenada pela chefia da Central de Vídeo do Senado, sob supervisão da Secretaria de Comunicação Social. Tem, portanto, Diretor da SECS, Diretor de Jornalismo e diretores dos veículos, como o Diretor da TV Senado.

Na estrutura da TV, há coordenadores dos núcleos de produção (jornalismo, entrevistas, produção de programas, documentários, criação, programação, arquivo, operações, internet, almoxarifado e administrativo).

Forma de gestão

A gestão da TV Senado é descentralizada, dividida entre os coordenadores dos núcleos de produção que integram o Conselho Editorial – se reúnem semanalmente para deliberar sobre projetos da emissora. Como mecanismo interno de comunicação e transparência, a TV possui sistema de Intranet.

Modelo de financiamento

A emissora possui recursos orçamentários públicos oriundos do Senado Federal.

Programação

70% da grade de programas é de caráter jornalístico. Além disso, existem produções de séries, cultura, e documentários. Dentro de seu contexto, a emissora atinge a finalidades educativa e culturais, apresenta qualidade e diversidade de conteúdos na programação, promove cultura nacional e regional e estimula a produção independente.

A TV Senado também promove visibilidade a vários grupos sociais. Como exemplo, há o programa “Inclusão” que tem temática da diversidade, abordando temas que vão desde homofobia e direitos humanos até cultura de contadores de histórias.

Não existem programas que prestem contas à sociedade periodicamente, nem informações a esse respeito no site da rádio. Também não há independência em relação a governos, uma vez que é órgão institucional do Senado Federal.

Participação pública

Não há informações sobre a existência de ombudsman, clube de telespectadores, conselhos consultivos de programação e seminários com participação de entidades. Há ouvidoria e central de atendimento ao ouvinte – disponibilizado no “Fale conosco” no site – , além disso algumas dúvidas frequentes do público são disponibilizadas em forma de vídeo com resposta narrada.

Plataforma multimídia

A emissora possui site com recursos de streaming, RSS, vídeos, enquetes, espaço para compartilhamento de notícias, espaço do leitor, widget e newsletter. Há também o Blog do Senado Federal e contas no Twitter, Facebook e Flickr.


COMPARTILHE


TVs (BR)

tv

Rádios (BR)

radio

FACEBOOK

Twitter

TAGS


kerajaan cerita horor gosip terbaru berita terbaru windows gadget toko game