Pesquisa Acervo de Áudio das Rádios Públicas do Brasil

Desenvolvida numa parceria entre o Observatório da Radiodifusão Pública na América Latina, Laboratório de Políticas de Comunicação da UnB e a Associação das Rádios Públicas do Brasil – ARPUB, a pesquisa é uma contribuição para a construção de políticas de preservação dos acervos de áudio – de programas e fonogramas – para as rádios públicas. Oferece subsídios que podem orientar a elaboração de um projeto de abrangência nacional destinado ao levantamento, recuperação e manutenção dos acervos já existentes e também em implementar ações de estimulem a construção da memória do tempo presente em emissoras que ainda não tenham essa prática de preservação de suas produções.

A pesquisa teve como público-alvo as emissoras afiliadas à Associação das Rádios Públicas do Brasil – ARPUB. De um total de 80 integrantes da entidade, 51 participaram do levantamento. Gestores e responsáveis pelos acervos responderam ao questionário com 31 perguntas distribuídas em três dimensões: perfil da emissora, acervo de programas e acervo fonográfico. Nas dimensões sobre acervos foram levantados questões sobre o tipo de gênero de programas armazenados, quantidade, suporte e condições de guarda desse material.

Sinteticamente a pesquisa mostra:

Relatório para download.

Relação de emissoras que participaram da pesquisa