• Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Plataforma Multimídia

A totalidade das emissoras públicas possui site próprio na Internet. A forma de utilização desse espaço, no entanto, difere entre as emissoras. O uso mais comum é do site para transmissão em tempo real ou como canal de interação com a audiencia. Poucas são as emissoras que utilizam o site para disponibilizar podcast ou arquivos de audio de programas já veiculados.

Especificamente no que diz respeito à infra-estrutura das transmissões digitais, atualmente está em processo de formulação e possível implementação o chamado Operador de Rede Nacional de TV Pública Digital (RNTPD) que objetiva oferecer às emissoras do campo público-estatal a possibilidade de transmitirem seus canais de TV digital por meio de uma infraestrutura unificada a ser implantada e gerida pela EBC, com custos menores e atualização tecnológica garantida. Os canais distribuídos pelo Operador de Rede são aqueles criados pelo artigo 13 do Decreto nº 5820/2006: Canal do Poder Executivo, Canal da Educação, Canal da Cultura e Canal da Cidadania.

De acordo com a Portaria nº 24/2009 do Ministério das Comunicações, esses canais devem funcionar em multiprogramação, difundir conteúdos em alta definição (HD) para terminais fixos, móveis ou portáteis, e propiciar interatividade.

O operador de rede é um ente que recebe uma outorga para fazer a irradiação dos canais de televisão de um grupo de prestadores. Na prática, funciona como uma “antena única” ou um “provedor único” para um conjunto de canais. Seria uma plataforma conjunta para os canais públicos que a utilizariam como infra-estrutura de transmissão. O objetivo seria possibilitar a construção de uma rede entre as emissoras públicas, de modo sistêmico, menos custosa e mais eficiente.

Fazem parte do projeto do Operador único de Rede os Ministérios da Comunicação, Mininstério da Educação, Ministério da Cultura, a TV Câmara, TV Senado e TV Justiça. Este consórcio será o responsável pelo compartilhamento dos custos de implantação do Operador de Rede, calculado em quase três bilhões de reais nos próximos 20 anos, ou cerca de 150 milhões de reais por ano.


COMPARTILHE


TVs (BR)

tv

Rádios (BR)

radio

FACEBOOK

Twitter

TAGS


kerajaan cerita horor gosip terbaru berita terbaru windows gadget toko game