• Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Conselho Curador pede alterações no Plano de Trabalho da EBC para 2015

   A deliberação a respeito do Plano de Trabalho para o ano de 2015 da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) foi adiada pelo Conselho Curador da EBC para sua próxima reunião, dia 04 de fevereiro de 2015. O pleno considerou que o documento deveria ser revisado e, então, apresentado para nova apreciação. Segundo o colegiado, o documento não permite a visualização estruturada de 'o que a empresa pretende fazer', 'como' e 'quando'. Os conselheiros elogiaram, porém, a apresentação do Plano, feita no formato de um telejornal. 

O colegiado se reuniu durante o último dia 09, a partir das 14h, na sede da EBC, em Brasília. Antes da 53ª Reunião Ordinária, as câmaras temáticas também se encontraram para discutir o Plano, pela manhã. Os conselheiros Rita Freire, Takashi Tome e Evelin Maciel ficaram responsáveis por relatar as discussões das novas câmaras de Jornalismo e plataformas; Programação e plataformas; e Planejamento e processos produtivos, respectivamente.

Rita Freire destacou a ausência, no documento, de definições sobre o posicionamento editorial e estratégico da Agência Brasil, demanda já levantada pelo Conselho. Além disso, cobrou o enfoque da EBC na produção de jornalismo investigativo e comunicação compartilhada, com maior participação da sociedade. Para a câmara, o Plano não explicita a política da casa para sua cobertura internacional, como os critérios para envio de correspondentes, tampouco suas estratégias de regionalização – não há informações detalhadas sobre a abertura de novas praças, correspondentes locais e sobre a produção em parceria com a Rede Pública de Comunicação. Os conselheiros demandaram, ainda, a necessidade de se explicitar quando e como atuará a central de pautas, apresentada no texto. Por fim, Rita ressaltou a necessidade de se debater jornalisticamente e realizar projetos para conquista dos direitos de transmissão de grandes eventos esportivos e culturais no país, como as Olimpíadas de 2016.

A câmara de Programação apontou problemas no texto de Diretrizes do Comitê de Programação e Rede, que não traz definições sobre o conteúdo infantil, apenas diz que é preciso “definir estratégias claras”. Os conselheiros lembraram, mais uma vez, a importância de explicitar as metas para acessibilidade da programação e pediram maior detalhamento dos conceitos de produção – o que é produção própria, co-produção e licenciamento e qual o nível de participação da EBC na definição editorial desses programas. Takashi Tome apontou a falta de informações sobre programas destinados ao público idoso e cobrou explicações sobre a produção da próxima temporada do programa Vida de Estagiáriojá criticado pelo colegiado.

A Câmara ressaltou, ainda, a necessidade do Plano explicitar os recursos e metas específicos para veiculação de programas africanos e latinos. O conselheiro relatou a demanda pela descrição do que a empresa entende por programação multiplataforma e como pretende produzi-la. O Plano de marketing da EBC, citado no documento, também foi cobrado para uma próxima versão do texto, além da definição de novas estratégias para medição de audiência – como e quando serão realizadas as pesquisas qualitativas previstas no Plano.

Evelin Maciel pediu a inclusão no novo modelo institucional da EBC – citado, porém não apresentado pelo Plano – e maiores explicações sobre o projeto de diversificação da captação de recursos da empresa. “O plano informa que será implementado um novo plano de cargos para os empregados. Gostaríamos de ter mais informações do que está sendo negociado, de que forma e quem são os negociadores, além de saber quais são os percentuais dos tipos de contratação da empresa – quem é concursado, pessoa jurídica e cargos de confiança”, disse, referindo-se à paralisação de funcionários, em função da implementação do Plano de Cargos e Remunerações da EBC, em curso durante a Reunião. A câmara ponderou que o valor de R$ 200 mil para capacitação dos quadros é baixo e pediu maiores informações sobre o plano de treinamento de empregados e a implementação do Centro de Pesquisa Aplicada.

Questões estruturais, como o desligamento do sistema analógico, o plano de expansão de emissoras de rádio e TV públicas, e as ações de controle para a exibição via TV por assinatura também foram alvo de questionamentos dos conselheiros, que pediram maiores informações sobre os assuntos. O detalhamento do programa “Brasil de todas as telas”, viabilizado por parceria com a Ancine, também foi cobrado.

Com relação à parceria com a Ancine, o Diretor-Geral da EBC, Eduardo Castro, afirmou que poderia atualizar informações sobre a quantidade de horas que serão disponibilizadas em formato de conteúdo audiovisual. “As 200 horas de programação com a produção independente previstas já viraram 259 horas com a redistribuição dos recursos. Feita a métrica a partir de todas as discussões já é possível falar que na primeira fase será possível entregar 15 series de ficção, 15 series de animação, 50 series documentais e 10 documentários não seriados”, afirmou o diretor.

Eduardo Castro também falou sobre as parcerias da EBC com outros países, e informou sobre uma projeto para a criação de 50 horas de programação produzida a partir do dinheiro de fundos e parcerias junto à com a CPLP - Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. O programa terá conteúdo inédito e contemporâneo dos países de língua portuguesa, primeiramente financiados por Brasil e Portugal.

Calendário de reuniões

O calendário de atividades para o primeiro semestre de 2015 do colegiado também foi aprovado durante sua 53ª Reunião Ordinária. As reuniões acontecerão nos dias 04 de fevereiro, 15 de abril e 17 de junho. Esta última, será realizada na sede da EBC no Maranhão, na cidade de São Luís, para onde está prevista, também, a realização de uma audiência pública, no dia 16 de junho. O tema da audiência ainda não foi definido.

Texto: Priscila Crispi (jornalista da Secretaria Executiva do Conselho Curador).

Fotos: Valter Campanato e Marcello Casal Jr. 

 

 

VEJA TAMBÉM

COMPARTILHE

FACEBOOK

Twitter

TAGS


kerajaan cerita horor gosip terbaru berita terbaru windows gadget toko game